ZÉ LOVE TÓ

Segundo Júdice, Marinho tem três grandes qualidades: “É uma pessoa corajosa; luta por aquilo em que acredita, estando disposto a pagar o preço por isso; é capaz de ultrapassar a crítica sem crispar”. Mas é também uma pessoa “muito insensata, que não pondera as vantagens e os inconvenientes da suas atitudes; é capaz de ser profundamente injusto ao ponto de ser intelectualmente desonesto; e é uma pessoa sem grande consistência nos objectivos: mudam consoante os seus interesses”.

Nas reuniões preparatórias da sua candidatura, segundo Júdice, só deixou transparecer qualidades. Os defeitos vieram pouco depois, quando se verificou que “não sabe trabalhar em equipa” e “é um potencial ditador”. E que as aparições na televisão lhe subiram à cabeça. “A vaidade é outro dos defeitos dele”, diz, acrescentando que o respeita e que há tempos lhe telefonou a dizer: “Hoje foste o meu bastonário”. Foi quando Marinho se insurgiu contra as buscas em escritórios de advogados. Também gostou dele no mais recente incidente: a entrevista em que acusa Manuela Moura Guedes de não respeitar o Código Deontológico dos jornalistas. “Disse-lhe o que toda a gente pensa, mas não tem coragem de dizer. É um animal nobre. Num país onde há muitos merdosos e medrosos, ele não é uma coisa nem outra”.

Por Clara Vasconcelos no JN

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: